O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), subseção de Farroupilha, Maurício Bianchi, cobrou respostas da administração atual sobre o ofício de entidades do município solicitando que o prefeito, Claiton Gonçalves, não adquirisse o software da saúde

Bianchi ressaltou que todos foram surpreendidos, pois além de não obterem respostas do pedido, ficaram sabendo que o prefeito já tinha um valor empenhado para pagar. “Nós fomos surpreendidos com o valor empenhado para pagamento. Talvez tenha uma justificativa, mas nós merecemos um esclarecimento. As entidades merecem que esse tema seja aclarado”, destacou.

Em 30 de janeiro, as entidades de Farroupilha estiveram reunidas com o Gonçalves e o o diretor da empresa Mais Vida, Anderson Paniago. No encontro, se poscionaram contra a aquisição do software da saúde. Além disso, na ocasião também entregaram um ofício contrário a compra do sistema.

O presidente ainda questionou o motivo da prefeitura querer pagar antes de 31 de dezembro. “Não tem nenhuma condicionante no contrato que diga que tem que pagar antes”, argumentou.

OUÇA O ÁUDIO ABAIXO 

Áudios

Leia Também

Deixe o seu comentário!