A professora Rosaura Paraboni, mãe do farroupilhense Ricardo Paraboni Custódio que morreu durante o incêndio na Boate Kiss, em 27 de janeiro de 2013, em Santa Maria, durante entrevista à Spaço FM, comentou sobre a tragédia após oito anos.

Rosaura ressaltou que sua vida nunca mais foi a mesma e que em consequencia disso sofre da síndrome do pânico. Sobre a perda do filho, na época com 27 anos, ela salientou que os dias 26 à 28 de cada mês são os mais difíceis de encarar, pois foram os últimos momentos em que esteve com o filho, e que esses dias sempre serão lembrados. “Saudade é uma coisa que está cada vez maior a cada dia que passa”, relatou.

Em relação ao júri popular que inicia nesta quarta-feira, 1º de dezembro, em Porto Alegre, Rosaura espera justiça. “Eu não tenho muita esperança, mas também o que vai mudar na vida da gente?. É justo que eles sejam condenados e é claro que essas pessoas não queriam matar ninguém, mas eles fizeram por onde isso acontecesse”, comentou.

Apesar da expectativa em relação ao resultado do julgamento, ela ressaltou que não irá acompanhar o júri.

Confira a entrevista abaixo

Áudios

Deixe o seu comentário!