A RGE está realizando no mês de julho mais uma etapa do projeto de embelezamento seguro de ruas e avenidas de Farroupilha. Através do Programa Arborização Mais Segura, em parceria com a prefeitura, já ocorreu o plantio de 200 mudas em junho. A espécies estão adequadas ao ambiente urbano de forma que não afetem a rede elétrica ou coloquem em risco a população, além da substituição gradativa de, num primeiro momento, 30 árvores visando a segurança dos cidadãos, das instalações e o reordenamento da arborização urbana.

As ações ocorreram nas ruas Rua Armando Antonello, Rua Papa João XXIII, Rua Rômulo Noro, Praça da Matriz, Rua São Jerônimo e Rua Vêneto (próximo ao balneário).

A consultora de negócios da RGE, Laíse Grzebieluckas, durante entrevista à Spaço FM nesta terça-feira, 20, comentou sobre a ação e ressaltou que programa tem como objetivo de eliminar riscos à rede elétrica e à população, mantendo a sustentabilidade ambiental. Ela também passou dicas sobre os cuidados com as árvores embaixo de uma rede elétrica e orientou quanto às podas.

Confira abaixo algumas dicas de segurança:

1. Jamais faça podas quando a árvore é muita próxima da rede elétrica ou mesmo os galhos toquem nos fios.
2. Nos casos em que galhos ou copa de árvores estejam oferecendo riscos e danificando os fios de energia elétrica, solicite avaliação da RGE através dos canais de atendimento da empresa.
3. Para que seja possível uma intervenção imediata, caso ocorra faiscamento na rede elétrica, a comunicação deve ser feita na Central de Atendimento da distribuidora.
4. Em dias de chuva, temporais e fortes ventanias, é comum que galhos de árvores interfiram na rede elétrica, danificando os fios e postes de energia. Nestes casos, se houver interrupção no fornecimento de energia, o cliente deve utilizar o serviço Falta de Energia para comunicar a situação e nunca realizar pode nessas condições.
5. A responsabilidade pelas podas de árvores é da Prefeitura Municipal. As empresas do Grupo CPFL realiza podas somente em casos de extrema necessidade, como em situações emergenciais de risco para a população e a rede elétrica.
6. Na dúvida entre sempre em contato com um de nossos canais de atendimento e receba orientações para uma construção segura.

Ouça a entrevista na íntegra abaixo

Áudios

Deixe o seu comentário!