O comando do 36º Batalhão de Polícia Militar (BPM) em Farroupilha, através do comandante tenente coronel Lúcio Alencastro e do subcomandante major Juliano Amaral, afirmou em entrevista à Spaço FM que a Brigada Militar (BM) não possui conhecimento sobre os detalhes do cercamento eletrônico que está sendo instalado no município.

Conforme major Juliano, a Brigada Militar não tem conhecimento do que está sendo instalado e muito menos dos locais. “Não passou nada pela Brigada Militar”, comentou.

Sobre a participação efetiva da instituição no monitoramento através de uma central, o comandante destacou que há necessidade de investimentos em novos equipamentos e de um software que possibilite o espelhamento em tempo real, junto à central na sala de monitoramento da corporação, pois o sistema atualmente implantado está obsoleto. “Não sabemos se é a guarda municipal, a prefeitura ou a secretaria que vai fazer esse controle e de que forma nós vamos receber essas informações”, ressaltou.

Eles comentaram que em algum momento houve a participação em reunião com a administração municipal com de um representante da BM, sendo ele o tenente Lucas para discutir sobre o tema, e que as reuniões cessaram por aí. “Não estamos inseridos nesse processo”, concluíram.

Ao todo serão colocadas 19 câmeras que, além de enviar imagens para uma central de monitoramento, também estão habilitadas para autuar o excesso de velocidade.

Confira no áudio abaixo

Áudios

Deixe o seu comentário!