A Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan), busca uma solução para eliminar a tonalidade amarelada da água que está chegando em cerca de 15% das residências em Farroupilha.

Conforme o gerente interino da unidade no município, Paulo Engster, esse fato foi registrado há duas semanas e as providências já foram tomadas.

As análises iniciais comprovam a potabilidade para o consumo humano, porém ainda não se sabe o motivo da coloração. Segundo ele, o resultado das análises saem nesta quarta-feira, para que as providências sejam tomadas definitivamente.

Confira no áudio abaixo

Áudios

Deixe o seu comentário!