A presença de ambulantes irregulares invadindo as ruas de Farroupilha nesta época do ano está gerando desconforto entre os lojistas e a prefeitura municipal.

Preocupados com a irregularidade, os comerciantes chamaram nesta quarta-feira, 23, a Spaço FM para relatar os prejuízos e os impactos que estão sentindo com a concorrência desleal. Eles pedem providências do poder público e listam os motivos pelos quais não aceitam a venda dos artigos na rua.

O Panorama desta quinta-feira, 24, reproduziu a opinião dos entrevistados, entre elas a do secretário de Finanças, Gilberto Galafassi que afirmou ter consciência do problema, mas salientou que a própria população é quem fomenta a irregularidade. “A população nos xinga quando realizamos uma operação e recolhemos as mercadorias deles”, salientou.

Ele afirmou que o assunto foi discutido com os presidentes das entidades ligadas ao comércio, sugeriu um amplo debate com a sociedade, mas ninguém mostrou interesse.

O secretário admite a invasão de ambulantes, principalmente nesta época do ano, mas ressaltou que não há fiscalização suficiente para atender a demanda, pois a prioridade é com a pandemia. Para ele a solução está nas mãos do consumidor. "É só a população não comprar que eles vão embora”, comentou. 

Abaixo você confere as entrevistas

Áudios

Deixe o seu comentário!