A Spaço FM ouviu alguns motoristas de caminhão sobre a greve dos caminhoneiros programada para esta segunda-feira, 1º de fevereiro. Além do preço do diesel, os caminhoneiros reclamam do custo do pedágio, do alto preço do pneu e da demora na aplicação da lei do preço mínimo do frete.

Apesar de serem a favor da greve, dos profissionais do volante que foram entrevistados, 95% deles ressaltaram que esse não é o momento para uma paralisação da categoria devido à pandemia.

Confira no áudio abaixo

Áudios

Deixe o seu comentário!