O reservatório de dois milhões de litros da Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan) está passando nesta semana por fase de testes em Farroupilha. O engenheiro civil Bruno Pereira de Souza, responsável pela obra, detalhou que serão verificados possíveis vazamentos, funcionamento da boia e de micro sensores que permitirão a liberação da água sendo interligada em outros ramais.

Conforme Souza, a tubulação é de inox e tem previsão de chegada no início de dezembro. “O tempo hábil de construção do reservatório dele é bem mais rápido. Manutenção e durabilidade em comparação aos modelos antigos que era concreto, soldável, carbono e parafusado. A agilidade de construção e a facilidade de construção hoje em dia é o equipamento de ponta que tem no mundo”, esclareceu.

O reservatório, que está localizado no bairro Pio X, funcionará interligado com a Estação de Tratamento de Água (ETA) e tem duração de 50 anos, dependendo do cuidado que receber. A previsão do início da operação é 10 de dezembro. 

 OUÇA O ÁUDIO ABAIXO 

Áudios

Deixe o seu comentário!