O comércio de Farroupilha abriu nesta segunda-feira, 15, descumprindo o decreto estadual que determina o fechamento do setor por 15 dias em municípios que tenham bandeira vermelha.

O empresário Dário Micael da Silva decidiu manter o seu estabelecimento aberto o máximo de tempo possível. Ele destacou que as decisões do estado são duvidosas. “Nós aqui em Farroupilha somos um exemplo. Nós temos que se cuidar, mas por outro lado, o desemprego e a situação difícil das pessoas também causam problemas de saúde”, declarou.

Já a empresária Marcia Vedovelli foi surpreendida pela decisão do governador, mas as portas de sua loja permanercerão abertas. “Não podemos fechar por mais 15 dias, não tem como nós nos sustentarmos. Eu acho muito injusto. O governador não consultou os prefeitos das cidades”, afirmou. Dos sete estabelecimentos visitados pela reportagem da Spaço FM, apenas um está fechado.

Segundo o prefeito Pedro Pedrozo (PSB), a orientação é seguir o decreto do estado. Apesar disso, Pedrozo e as entidades de Farroupilha se reuniram e assinaram um documento, no qual consta argumentos técnicos sobre o coronavírus no município, defendendo a abertura do comércio. O ofício já foi encaminhado ao gestor estadual.

OUÇA OS ÁUDIOS ABAIXO 

Áudios

Leia Também

Deixe o seu comentário!