O farroupilhense Alexandre Broilo, que mora há seis meses na região do Vêneto, na Itália, relatou à Spaço FM os momentos de dificuldades que o país está passando por conta da pandemia do coronavírus.

De acordo com Broilo, após 28 dias do surgimento do coronavírus, o país contabiliza 69.176 pessoas contagiadas e 6.820 mortes, sendo uma média de 650 óbitos por dia. Até esta quarta-feira, 25, a região onde ele reside já registra 5.249 pessoas com a doença.

Além disso, 25 médicos já morreram em consequência do vírus e cerca de 5.250 profissionais da saúde estão infectados.

O farroupilhense informou ainda que as medidas restritivas para sair de casa estão mais rígidas e a quarentena foi prolongada até 30 de abril.

Segundo ele, a Defesa Civil da Itália acredita que os números divulgados pelas autoridades possam ser ainda maiores. "A situação é gravíssima, por isso peço que fiquem em casa”, exaltou.

A polícia e o exército estão nas ruas realizando a vigilância e a segurança dos italianos daquela região.

 

 

Deixe o seu comentário!