O deputado federal Osmar Terra (MDB) participou do programa Fim de Expediente desta segunda-feira, 28, e fez um panorama sobre o atual momento da pandemia do coronavírus no Brasil. Para ele as crianças precisam retornar para as salas de aula o quanto antes. Conforme Terra, os estudantes que ainda estão distantes das instituições poderão sofrer muito com o distanciamento e pelo não retorno. “O prejuízo intelectual e o prejuízo cognitivo que seus filhos estão tendo é assombroso, é espantoso, talvez nunca recuperem, é muito tempo fora da sala de aula”, destacou. Ele explicou que através de estudos que estão sendo realizados sobre a contaminação do coronavírus, as crianças não são tão vulneráveis a doença e devem retornar o quanto antes para as aulas.

Terra seguiu defendendo a testagem em grupos de risco como em asilos para que estas pessoas tenham um acompanhamento mais eficaz, além do retorno de outras atividades que estão paralisadas em virtude do distanciamento.

Durante sua manifestação, o político também comentou sobre as aglomerações, onde lembrou do feriado de 7 de setembro em que as praias ficaram lotadas com milhares de brasileiros. Para ele a abertura de espaços públicos não irá aumentar o número de casos.

Em relação a eventos com pouca circulação de ar ele pediu cautela. “Deve se evitar eventos em ambientes fechados”, pontuou. Sobre o efeito rebanho, Terra destacou que será desta forma que as pessoas irão ficar imunes ao vírus, como foram às outras epidemias que assustaram todo o mundo. Para o deputado esta história de reinfecção não existe e a imunidade coletiva já está se formando. “Esta é a vacina possível”, salientou. O deputado afirmou que as pessoas tem que parar de pensar na vacina. “A vacina é para o ano que vem e olhe lá”, finalizou.

ACOMPANHE UM TRECHO DA ENTREVISTA EM VÍDEO

 

Leia Também

Deixe o seu comentário!