O prefeito de Farroupilha, Pedro Pedrozo (PSB), em entrevista à Spaço FM, comentou sobre a decisão do governador Eduardo Leite de manter a Serra Gaúcha com bandeira vermelha no sistema de distanciamento social em decorrência da covid-19. A classificação determina o fechamento do comércio e serviços que não sejam essenciais.

Pedrozo lamentou a decisão do governo e explicou que não irá desistir de buscar uma solução para manter a abertura do setor.

O prefeito estará propondo uma divisão de microrregiões entre os 49 municípios da Serra Gaúcha que foram afetados pela bandeira vermelha. Ele comentou sobre dividir os campos de cima da Serra, a região da uva e vinho e das hortênsias. 

O prefeito entende a gravidade da situação, não tirou a razão do governador em se preocupar com a segurança e a saúde da população, admite que a infecção regional é grande pelos dados que foram apresentados, mas ressaltou que Farroupilha tem feito o dever de casa. ”Isso me dói demais e não aceito fechar o meu comércio, a nossa indústria, por uma coisa que a gente não cometeu”, exaltou.

Como esclarecimento para a comunidade de Farroupilha, Pedrozo solicitou que os protocolos de segurança sejam redobrados. "O que vale é o decreto do estado, mas Farroupilha vai continuar como está”, enfatizou.

O prefeito esteve acompanhado da secretária da Saúde, Vanessa Zardo, que também comentou sobre as ações que o município vem desenvolvendo para a proteção da comunidade contra o coronavírus.

OUÇA O ÁUDIO ABAIXO 

Leia Também

Deixe o seu comentário!