O prefeito de Farroupilha, Claiton Gonçalves recebeu nesta segunda-feira, 28, duas Propostas de Manifestação de Interesse (PMI) para tratar o assunto água e esgoto na cidade.

As duas empresas, sendo uma de Porto Alegre e a outra de São Paulo, garantem melhorias no sistema de abastecimento e saneamento básico com prazo estipulado entre 10 e 13 anos.

De posse das propostas, o prefeito agora levará ao conhecimento da população e para tanto já convoca a comunidade para uma audiência pública num prazo de duas semanas.

Ele lamentou o não cumprimento do contrato por parte da Corsan em alguns quesitos, mas garantiu que não é isso que está em jogo. Segundo o prefeito, água é vida e o que está em jogo é a saúde da população, que paga caro por um serviço, que na visão dele não está atendendo as necessidades do município.

O gestor foi enfático ao afirmar que não deixará o governo sem resolver o problema da água em Farroupilha. "Em oito a 10 meses nós vamos definir se a Corsan vai continuar ou vai mudar de lado”, concluiu.

Confira no áudio abaixo

Áudios

Deixe o seu comentário!