O novo decreto da prefeitura de Farroupilha prevê a abertura de estabelecimentos essenciais, mas com o alerta para aglomerações. O documento foi emitido nesta segunda-feira, 23, e apresenta outras definições como o atendimento bancário restrito somente através de caixas eletrônicos e funcionários em expedientes internos. 

Outros serviços como de padarias, peixarias, assistência médica hospitalar, odontológica, clínicas veterinárias e pet shops podem operar respeitando ao máximo os cuidados com a higiene e com fluxo pequeno dentro dos estabelecimentos, evitando aglomerações e, em caso de filas, os clientes devem respeitar uma distância mínima de dois metros entre eles. Os escritórios de contabilidade podem operar para a elaboração das folhas de pagamento. Serviços de mecânica e borracharia também podem funcionar de forma emergencial. 

Sobre a reclusão dos moradores de Vila Jansen que estão em quarentena, a medida foi alterada e eles devem ficar em isolamento domiciliar até o dia 3 de abril. O documento também indica o retorno das atividades do comércio e serviços até a mesma data, com possibilidade de prorrogação. 

As atividades de ensino também podem ser restabelecidas a partir do dia 3 de abril e o acesso às praças e parques devem retornar no dia 21 de abril. Os mercados também seguem as restrições de atendimento sem o acesso de crianças e um horário específico para atendimento de idosos, que cabe aos proprietários definirem e informarem seus clientes.

A prefeitura de Farroupilha deve divulgar um novo decreto que seguirá as determinações do governo do Rio Grande do Sul.

LEIA O DECRETO NA ÍNTEGRA

 

Deixe o seu comentário!