O Spaço Livre deste sábado, 23, recebeu como convidado o coordenador do Programa de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon) de Farroupilha, Ademir Vanni. Ao longo do programa ele comentou sobre alguns temas como os direitos básicos do consumidor, práticas abusivas, direito de arrependimento, dicas e cuidados para as compras no Black Friday e no Natal. 

Vanni explicou que desde a criação do órgão no município em março de 2015 até outubro deste ano foram feitos mais de 20 mil atendimentos, ou seja, uma média de 380 por mês. As pessoas procuram o Procon para fazer reclamações e também buscar informações e orientações. "O fluxo é grande. O que incide mais é problema com telefonia", comentou.

Conforme o coordenador, a procura se dá principalmente por troca de planos sem autorização, compra de um serviço e na verdade é outro e a internet que não funciona. "85% a gente consegue resolver com telefonia", salientou.

Em relação às ligações de telemarketing, o entrevistado esclareceu que hoje há como bloquear números de telefone que ligam com frequência através de um cadastro no site www.proconbloqueio.rs.gov.br.

Durante a entrevista Vanni respondeu dúvidas de ouvintes, entre elas a questão de quem aplicou na pirâmide Unick. Ele esclareceu que recuperar o dinheiro é apenas judicialmente. "O consumidor sabia do risco que corria", pontuou.

Com o início das ofertas e anúncios do Black Friday e do Natal, o coordenador passou algumas orientações básicas para os consumidores como desconfiar dos preços, pesquisar, verificar valores, não comprar por impulso, conferir se o site é de confiança e se o CNPJ da empresa é legal. "Exigir nota fiscal, termo de garantia e conferir a política de troca da empresa", finalizou.

Ouça o programa na íntegra

Deixe o seu comentário!