A Associação dos Municípios da Encosta Superior do Nordeste (Amesne) ingressou com uma ação para o retorno das aulas presenciais no estado do Rio Grande do Sul. O documento foi protocolado nesta terça-feira, 13, às 18h12 pela assessoria jurídica da entidade.

Conforme o presidente da Amesne, Fabiano Feltrin, a entidade não concordou com a Ação Civil Pública movida pelo Cpers, Sindicato e Associação de Mães e Pais pela Democracia (Ampd), junto à 1ª Vara da Fazenda Pública do Foro de Porto Alegre, a qual pede a suspensão das aulas presenciais devido à pandemia.

 

Deixe o seu comentário!