Dois assuntos estavam em pauta na reunião da Associação dos Municípios da Encosta Superior do Nordeste do Rio Grande do Sul (Amesne) na tarde desta sexta-feira, 10, na Câmara de Vereadores de Pinto Bandeira.

O primeiro foi as dificuldades que os municípios estão passando com a seca que assola a região. É possível que oito dos 36 municípios que integram a Amesne venham a decretar situação de emergência devido as perdas com a agricultura.

A diretoria da Amesne, através do presidente Guilherme Pasin, terá uma reunião com a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater) para análise da situação. 

Já o segundo assunto foi sobre o processo eleitoral deste ano e como os prefeitos devem cumprir a legislação vigente, respeitando prazos de inscrição, de propaganda eleitoral e de afastamento para reeleição dentro do processo eleitoral para não sofrerem sanções da justiça.

Quem palestrou sobre o tema para os prefeitos foi o assessor jurídico da CDP (consultoria do direito público), o advogado Glademir Chiele.

Simultâneamente à reunião, ocorreu o encontro das primeiras-damas que visitaram pontos turísticos de Pinto Bandeira, acompanhadas da primeira-dama do município, Sandra Ferrari.

Logo após o encontro da Amesne, os prefeitos integrantes da associação prestigiarão a abertura da 5ª Festa do Pêssego, na Praça Central de Pinto Bandeira. O evento festivo à fruta ocorre de 10 a 12 de janeiro.

Leia Também

Deixe o seu comentário!