A conselheira tutelar Deise Garbin Romagna comentou sobre o envolvimento de menores em facções criminosas. A conselheira contou que muitos casos não chegam ao conhecimento do Conselho Tutelar, que apenas fica sabendo da situação após acontecimentos como prisões e mortes, por exemplo.

Conforme Deise, as famílias podem procurar auxílio em casos de vícios em drogas. Desse modo, os adolescentes são encaminhados a outros órgãos como o Centro de Atenção Psicossocial (Caps).

Ela também salientou que as facções tem usado os menores para se proteger, uma vez que a punição para um adolescente é mais branda do que para um adulto. “Eles usando menores estão protegidos. Eles envolvem os adolescentes”, explicou.

De acordo com Deise, a família precisa ter atenção com atitudes dos menores e cuidar para que não se envolvam com o crime. Denúncias em relação a crimes devem ser feitas na Polícia Civil ou na Bigada Militar (BM) pelo 190. O Conselho Tutelar está situado na Rua 13 de Maio, no centro de Farroupilha e funciona das 8h às 11h30 e 13h às 17h30.

OUÇA O ÁUDIO ABAIXO 

Áudios

Leia Também

Deixe o seu comentário!