O adolescente Kauan Machado, de 14 anos, está internado em um hospital de Porto Alegre há nove meses. Ele foi diagnosticado com a síndrome de hiper-IgM, que afeta o sistema genético, não produzindo defesa no organismo. Uma campanha para conseguir um doador foi realizada na cidade e o pai dele acabou doando, mas havia 50% de chance de dar certo. O farroupilhense passou pelo transplante de medula vital em agosto e, apesar do procedimento ser bem sucedido, houve a rejeição no corpo do menino. 

Conforme a mãe de Kauan, Marli Cardoso, ele já perdeu 16 quilos, enfrenta depressão e uma bactéria no intestino, o que impossibilita uma nova tentativa de transplante. Ela afirma que está desanimada e preocupada com a situação e pede que a comunidade faça uma corrente de orações pela saúde do filho.

 

 

Áudios

Deixe o seu comentário!