Com valor de duzentos reais mensais, o vale alimentação dos funcionários do Hospital São Carlos foi pago com atraso em fevereiro e está ameaçado nos próximos meses. Diante da situação financeira, a direção da casa de saúde propôs a redução de R$ 200,00 para R$ 54,00 no benefício. Além disso, garantia o parcelamento dos pagamentos atrasados. Uma assembleia realizada na noite desta quinta-feira não aceitou a proposta por unanimidade. Segundo o presidente do Sindisaúde, Danilo Teixeira, o que se espera é o cumprimento do que está estabelecido e os colaboradores não tem culpa da atual situação do hospital. A mesma proposta já havia sido rejeitada em junho do ano passado.

Áudios

Deixe o seu comentário!