Em meio a problemas no interior com geada, o coordenador da Defesa Civil Ênio Ferreira e o prefeito em exercício Pedro Pedroso explicaram a atuação do orgão. Em Farroupilha, Pedroso explicou que a Defesa Civil está passando por entidades explicando como é o seu trabalho, e contou que há diversos planejamentos para ação em casos de desastres, como locais de posicionamento de helicópteros, além de manter um “QG” de sobreaviso e disponibilizar geólogos e engenheiros em casos de deslizamentos. Em casos de necessidade de abrigar pessoas, é o órgão que mantém contatos para conseguir o local, médicos, alimentação e segurança, explicou Ênio. A prefeitura também trabalha para conseguir criar o PLACON, Plano de Contingências, que terá fundos para caso haja necessidades de ação. O decreto de emergência para a zona rural, devido às fortes geadas de setembro teve o trabalho da Defesa Civil ao buscar com Emater, sindicatos e secretarias os documentos necessários para a declaração.
 

Áudios

Deixe o seu comentário!