O síndico do Residencial Alvorada 1, Alexandre da Costa determinou na tarde desta quinta-feira, 18, o corte de água para mais de 1,2 mil moradores por dois dias para a troca da tubulação da rede de água, devido aos valores elevados da conta paga pelo condomínio. A explicação de Alexandre é de que existem vazamentos invisíveis na rede e, mesmo com auxílio de técnicos especializados, não foi possível localizá-los.

Diante disso, ele solicitou o fechamento dos registros da água que vem da rua e iniciou a instalação de uma nova rede para todo o residencial, deixando 320 famílias somente com a água dos reservatórios. O síndico alertou que durante este período os moradores não poderão tomar banho e nem utilizar a descarga no banheiro, orientando que procurem seus familiares.

Da Costa explicou que a decisão em determinar o início das obras aconteceu antes da reunião agendada para as 19h desta sexta-feira, 19, com os condôminos, por considerar uma obra emergencial.

A Radio Spaço FM recebeu informações de moradores que temem em se manifestar contrário as decisões do síndico por sofrerem represálias. Quanto a isso, Alexandre ressaltou se tratar de pessoas que fazem coisas erradas no residencial e são multadas por uma lei imposta pelo condomínio no valor mínimo de R$ 375.

Confira no áudio abaixo

Áudios

Deixe o seu comentário!