Luís Antônio Müller, zelador do Cemitério Público Municipal, montou um memorial para homenagear as pessoas enterradas no Cemitério Público Municipal que não estão identificados em túmulos, gavetas públicas e nos ossuários. São mais de 80 velados nessa situação. Além dos não identificados, a ideia também é homenagear aqueles que foram enterrados e não recebem visitas. A ideia de Müller é que quem passe pelo cemitério possa depositar flores a essas pessoas. O coveiro enterrou no memorial ossos de uma criança e de um adulto que estavam no ossuário.

Confira a entrevista com Luís Antônio Müller no áudio abaixo

Áudios

Deixe o seu comentário!