O delegado Mário Mombach, da Polícia Civil de Farroupilha, confirmou à Spaço FM na tarde desta quarta-feira, 6, o indiciamento de três dos quatro suspeitos do assassinato do policial militar Marison Maier, ocorrido no dia 28 de dezembro de 2012. Mombach ressaltou que pedirá a prisão preventiva do trio. Caso a justiça acate a solicitação, eles ficarão em definitivo no presídio do Apanhador, em Caxias do Sul, onde estão desde a captura, no começo deste ano.
De acordo com o delegado, o quarto suspeito será solto por falta de provas. Maier morreu depois de reagir a assalto do grupo a uma agência lotérica. O soldado foi alvejado com três tiros. Socorrido com vida, não resistiu aos ferimentos e morreu no mesmo dia.
As prisões dos envolvidos começaram a ser desencadeadas a partir de outro homicídio, ocorrido no dia 8 de janeiro. Na data, Volmir Soares Pinto, vulgo Miri, foi assassinado nas proximidades do cemitério de Farroupilha. A PC trata o crime como acerto de contas.

Deixe o seu comentário!