O presidente da CPI que investiga os casos de desvio de verbas públicas em Bento Gonçalves, Vanderlei Silva participou do Fim de Expediente de ontem e atualizou as informações sobre o relatório que envolve o prefeito Roberto Lunelli, o ex-secretário de finanças, Olívio de Menezes, e a ex-diretora de compras, Luana Marcon.

Em outubro o déficit da prefeitura chegava a 35 milhões de reais. O relatório aponta que dois meses depois, o déficit que era de oito milhões, havia sido reduzido com a paralisação de obras e serviços, compras, pagamentos e até a dispensa de estagiários e cargos de confiança. A CPI pede além da cassação dos direitos políticos, a quebra do sigilo telefônico dos envolvidos e também a investigação do caixa de algumas empresas do município.

Acompanhe todas informações, na galeria de áudios abaixo, na entrevista reproduzida no Panorama desta manhã, com o presidente da CPI, o vereador eleito Vanderlei dos Santos.

Áudios

Deixe o seu comentário!