Maria de Gloria Menegotto (PDT) foi eleita ontem a presidente da Câmara de Vereadores de Farroupilha durante a posse da 17ª legislatura da cidade. O voto que colocou a pedetista no cargo foi o de Sedinei Catagesta, no Partido Progressista, já que todos os demais vereadores apontaram os candidatos do próprio bloco. Enquanto PP e PMDB optaram por Arielson Arsego, o outro concorrente, parlamentares do PT, PDT e PSB escolheram o nome de Gloria para o posto.
A decisão de Catafesta, indo contra a orientação do partido e descumprindo acordo prévio entre as siglas de oposição, revoltou integrantes da antiga coligação, que governou Farroupilha nos últimos 12 anos. Colega de pode legislativo, o peemedebista Arielson Arsego disse que o progressista não tem palavra nem honra. Já os companheiros de partido de Catagesta, Josué Kiko Paese e Fabiano Feltrin, lamentaram o voto, e chegaram a falar em buscar expulsão junto à executiva estadual do PP.
Alheia à polêmica, Gloria comentou o desafio de assumir a presidência pela segunda vez, e a responsabilidade de buscar novos rumos para a Câmara. Confira as manifestações na galeria de áudios abaixo.

Deixe o seu comentário!