Prefeito em exercício até sábado, Antônio Feldmann diz ser um guardião da normalidade na ausência de Alceu Barbosa Velho a frente de Caxias do Sul. Sobre seu trabalho na administração pública, diz estar atento a questões regionais de mobilidade urbana e tratamento do lixo. Enquanto o prefeito participa de uma viagem técnica ao Chile, na companhia de outros gestores municipais da região, Feldmann participa de eventos como o que lançou novas estratégias de divulgação da Festa da Uva, na terça-feira. Ele fala da migração na Serra Gaúcha e revela quem em Caxias já são mais de mil haitianos e senegaleses, todos empregados. Primeiro sobre a responsabilidade de assumir interinamente o cargo de Alceu Barbosa Velho.

 

Confira na galeria de áudios abaixo 

Áudios

Deixe o seu comentário!