A inadimplência de residenciais do projeto Minha Casa, Minha Vida, do governo federal, em Farroupilha, resultou no corte do abastecimento de água pela Corsan. Nesta semana, os empreendimentos Morada do Sol, no bairro Industrial, e São Francisco, no bairro de mesmo nome, tiveram o serviço restringido devido à falta de pagamento.
Gerente da Corsan na cidade, Enio Ferraresi participou ao vivo do Panorama desta sexta-feira, 4, e explicou os motivos que levaram a companhia a tomar a atitude, depois de meses de negociação. Acompanhe a entrevista na íntegra no áudio abaixo.

Deixe o seu comentário!