A falta de médicos em algumas unidades básicas de saúde de Farroupilha foi alvo de questionamento ao diretor do corpo clínico da Associação Farroupilhense Pró-Saúde, Luís Antônio Rotta. Em entrevista à Spaço FM, Rotta justificou as ausências à férias dos profissionais durante os meses de janeiro e fevereiro, o que gerou remanejo entre os postos. Confira a manifestação no áudio abaixo.

Áudios

Deixe o seu comentário!