O aumento da rigorosidade da lei alertou a população para os perigos de dirigir após ingerir bebidas alcoólicas. A mudança da lei não permite se quer um gole de cerveja, e não é apenas o bafômetro que pode indicar o consumo. Fiscais de trânsito e policiais militares podem agora usar imagens e atestar a embriaguez pelas atitudes do motorista. A punição administrativa também mudou de valor, de R$ 957,70 para R$ 1.915,40.  Diante das mudanças, a reportagem da Rádio Spaço FM foi às ruas, e perguntou aos moradores se a nova lei seca é a melhor forma de conscientizar os motoristas. O resultado é unânime, dirigir após ingerir o mínimo de bebida alcóolica, é sim, na opinião dos ouvidos, um crime de trânsito que deve ser punido exemplarmente.

 

Confira as opiniões da galeria de áudios abaixo. 

Áudios

Deixe o seu comentário!