O ex-secretário das finanças, Jonas Tomazini procurou a Rádio Spaço para rebater o que foi dito pelo vice-prefeito Pedro Pedrozo no Fim de Expediente da última quarta-feira. Na oportunidade, Pedrozo afirmou que os 5 milhões divulgados por Jonas como superávit da última administração, foram usados para pagar rescisões, precatórias e férias dos funcionários. Jonas diz que a última administração não fez as rescisões por não saber quem seria aproveitado. E também que os pagamentos de pessoal não devem ter custado mais de um milhão e quinhentos mil reais. Deixando dessa forma cerca de 4 milhões para a nova administração.

Confira a entrevista na galeria de áudios abaixo.

Áudios

Deixe o seu comentário!