A multa que antes era de R$ 957,70 passa a cobrar R$ 1.915,40 do motorista que for flagrado dirigindo sob a influência de álcool. Esse valor é dobrado caso o motorista tenha cometido a mesma infração nos 12 meses anteriores. As mudanças ocorrem após a presidente Dilma Roussef sancionar a lei 12.760/12 que estabelece além do teste do bafômetro, vídeos, perícia e exames clínicos para provar a embriaguez.

Segundo o comandante da PRE – Farroupilha, sargento Marcelo Stassak a partir de agora não é mais o policial que prova a ingestão de álcool do motorista, e sim o próprio condutor que deve provar, através do bafômetro, que não está sob a influência da bebida. Stassak participou do Spaço Livre deste sábado para comentar a atuação na Rota do Sol, e a expectativa de conscientizar, através das mudanças na lei, os perigos de dirigir após beber.

Confira na galeria de áudios abaixo, o trecho reproduzido no Panorama de hoje. 

Áudios

Deixe o seu comentário!