Foi sancionada nesta quinta-feira, 25, a lei que determina que na mesma cirurgia da retirada da mama nos casos de câncer, as equipes médicas do Sistema Único de Saúde (SUS) deverão também realizar imediatamente a operação plástica para reconstruir o órgão. A senadora Ana Amélia (PP-RS) foi a relatora da matéria no Senado Federal.

A iniciativa apresentada no Congresso Nacional pela deputada Rebecca Garcia (PP-AM) prevê que se a colocação da prótese não for possível no mesmo momento da retirada da mama, a cirurgia reparadora deverá ser feita assim que a paciente alcançar as condições clínicas necessárias.

O Panorama desta quarta-feira reproduziu a entrevista com a senadora Ana Amélia Lemos. Ela explicou a lei e atualizou informações sobre as deficiências do SUS. Confira na galeria de áudios abaixo. 

 

Áudios

Deixe o seu comentário!