O Panorama desta segunda-feira reproduziu a opinião do presidente da Farmed, Dr. Milton Brechane, sobre a medida provisória que obriga estudantes de medicina a permanecerem por dois anos trabalhando no SUS. A medida faz parte do Programa Mais Médicos do governo Federal. O pediatra acredita que seja válida a discussão, mas pondera que o que o SUS precisa hoje é de estrutura e não de médicos. Segundo ele, é preciso investir em Saúde e locais adequados de trabalho para persuadir novos profissionais. Brechane ainda cobra que sejam pagas as devidas contribuições do PIB, e lembra que o estado repassa apenas 3,9% quando deveria repassar 12%.  O mesmo acontece com o governo federal que repassa apenas 4,4% dos 10% previstos em lei. Ele também revela que cada consulta do SUS paga apenas R$ 6,00 ao profissional e volta a falar da necessidade de estrutura.

 

 

Ainda na galeria de áudios abaixo, o pediatra passa algumas orientações sobre cuidados com o inverno, e diz que nesta época do ano 90% dos atendimentos são em decorrência de gripes e resfriados. 

Áudios

Deixe o seu comentário!