O presidente do Conselho Municipal de Educação (CNE), Diego Thormes, afirmou em entrevista à Spaço FM que o órgão é contra a decisão judicial que derruba a limitação de 31 de março, que possibilita crianças com seis anos incompletos antes da data ingressarem no primeiro ano do Ensino Fundamental das redes municipal e estadual.
Thormes garante que o município vai recorrer do que chama de decisão lamentável, por não ter sido discutida com os órgãos técnicos. O professor classifica o fato como ‘assassinato intelectual’, pelos danos que pode causar à formação da criança, e apela aos pais para que respeitem essa data limite indicada pelo CNE. Confira a manifestação na galeria de áudio.

Deixe o seu comentário!