O Fim de Expediente desta quarta-feira reuniu no estúdio, o ex-secretário das Finanças, Jonas Tomazini, o vereadore Arielson Arsego e a presidente do Legislativo, Gloria Menegotto. Também acompanhou e participou das discussões, a presidente do Conselho Municipal de Recursos da Previdência Social, Flávia Bartelli. Na última terça-feira, seria votado pela Câmara de Vereadores, um projeto que alteraria a lei referente ao custeio da previdência social paga aos servidores da prefeitura. A partir de novembro, o custeio seria de 12,24%, no que hoje é de 14,20%.  No estúdio, Jonas Tomazini apresentou números que iriam alterar o orçamento da prefeitura e explicou qual o impacto da redução na tarifa. O projeto solicitado em regime de urgência pelo executivo, ainda não foi votado pela Câmara de Vereadores.

 

Ainda no programa, os convidados discutiram a atual situação do Hospital São Carlos e imaginaram o que muda com a reforma estatutária, marcada para a próxima segunda-feira.

 

 

Acompanhe os melhores trechos do programa, reproduzidos ao longo da programação. 

Deixe o seu comentário!