O secretário de Trabalho e Desenvolvimento Social do Rio Grande do Sul, Luís Augusto Lara, foi o palestrante da primeira reunião-almoço Câmara, Indústria, Comércio e Serviços (CIC) de Caxias do Sul em 2013. Na oportunidade, Lara explanou sobre a Lei da Solidariedade, programa do governo estadual em prática desde 2003, que tem por objetivo financiar a execução de projetos sociais por meio da renúncia fiscal de até 75% do valor aplicado.
Segundo o secretário, a Lei da Solidariedade é a forma mais direta que empresários e trabalhadores têm para dizer ao estado onde ele deve aplicar estes recursos. Lara salientou que há R$ 36 milhões disponíveis na Lei da Solidariedade como benefícios fiscais, mas o recurso não é utilizado em virtude da falta de propostas ao Estado, que nunca repassou mais do que R$ 8 milhões por ano.Confira mais informações em entrevista com o secretário nos informativos da Spaço FM.

Deixe o seu comentário!