O Corpo de Bombeiros interditou o local na manhã de segunda-feira após a morte do jovem Gilson Martins Nascimento. O rapaz de 23 anos caiu no domingo, de uma altura aproximada de 50 metros quando se banhava com amigos no local. Segundo o comandante do grupamento, tenente Ivan Martins da Rosa a medida de prevenção foi adotada para que o município intervenha por meio de obras que garantam a segurança dos visitantes.
No Panorama de hoje, o chefe de gabinete, Ansélio Brustolin, comentou a interdição e falou das visitas ao local, feitas juntamente com o secretário de Turismo, Fabiano Picoli, acompanhados pelo vice-prefeito, Pedro Pedroso. Segundo Brustolin, a comitiva viu de perto a falta de segurança e constatou que as placas estão muito perto da queda d’agua. A administração espera agora o laudo dos Bombeiros para efetuar as melhorias. Ansélio ainda comentou a verba de 300 mil para o projeto de revitalização do local, e a ideia de instalar um deck como mirante. O chefe de gabinete é cauteloso ao dar prazos para iniciar os projetos, mas acredita que medidas emergenciais serão tomadas em breve.

Acompanhe as entrevistas na galeria de áudios abaixo. 

 

Deixe o seu comentário!