Eram 11h40min do dia 29 de junho de 2009 quando soldado Anselmo Borchatt voltava para casa, na comunidade onde trabalha no policiamento comunitário da Brigada Militar, com a esposa, e iniciou o que seria a perseguição que desencadearia na captura do criminoso mais procurado da época em toda a região. Entre 2007 e aquela data, a polícia tentou identificar e prender Ivan Moter, acusado de ter cometido pelo menos 19 estupros em Farroupilha e Bento Gonçalves.
A tentativa de deter o delinquente iniciou na Rodovia dos Romeiros, e seguiu na RSC-453. Depois de troca de tiros, Moter foi detido e encaminhado à delegacia, onde foi reconhecido pelas vítimas que atacou. Mais de cinco anos depois, ele foi julgado pelos crimes, e teve a sentença definida pela juíza Maria Cristina Rech: 139 anos atrás das grades. Feliz com o resultado do julgamento ocorrido nesta quinta-feira, 20, Borchatt conversou com a Spaço FM e relembrou o dia que ficará marcado para sempre na sua história policial. Pelo feito, inclusive, foi homenageado pela própria Brigada Militar e Câmara de Vereadores, em julho de 2009. Confira entrevista especial.


Notícias relacionadas:
Juíza comenta pena de 139 anos imposta a estuprador Ivan Moter
Acusado de 19 estupros está sendo julgado em Farroupilha
 

Deixe o seu comentário!