Entre as 231 vítimas da maior tragédia do Rio Grande do Sul, que morreram quando um incêndio atingiu a casa noturna Kiss, em Santa Maria, na madrugada do domingo, 27, está o farroupilhense Ricardo Custódio, de 27 anos. Ele foi à boate com dois amigos, e não conseguiu sobreviver durante a busca da multidão pela saída.
Ricardo foi reconhecido por volta das 17h de ontem, e o corpo foi encaminhado a Farroupilha nesta manhã. O velório está previsto para ter início às 11h, no Memorial São José. A missa de corpo presente ocorre às 18h30, antes da cremação, em Caxias do Sul.
No Panorama desta segunda-feira, amigos de Ricardo externaram o drama com a perda. Quem também participou foi o sargento Ideraldo dos Reis, do Corpo de Bombeiros, que alertou para a importância de saídas de emergência e estrutura de prevenção de incêndios em casas noturnas. Confira na galeria de áudios as entrevistas veiculadas no programa.

Deixe o seu comentário!