O comandante interino do 36º BPM Cap. Márcio Leandro fala dos procedimentos sobre o guinchamentos de veículos no centro de Farroupilha por cometer infrações. Márcio Leandro explica que a fiscalização não dá data nem hora para que o infrator fique no local, ou seja, se o condutor aparecer antes que o serviço de guincho seja executado, é possível sim que o veículo seja retirado do local sem que seja recolhido ao “guincho”, mas mantém o AIT (Auto de Infração de Trânsito). Sobre os veículos rebaixados, o Capitão orientou que se faça a pergunta: “veículo rebaixado, pode ou não pode?” em respondendo não, os condutores já estão incorrendo ao ato infracional. Para Márcio Leandro, o trabalho é feito em cima de metas, a brigada faz as abordagens e o condutor tem que estar conscientes de suas atitudes e seus deveres.

Confira na galeria de áudios abaixo

 

 

Áudios

Deixe o seu comentário!