Enquanto alguns estados brasileiros já racionam água e se preparam para meses de seca continuada, Farroupilha atravesso momento completamente diferente. Ambas as barragens da cidade, em Linha Julieta e Rio Buratti, exploradas pela Cornsa, trabalham com capacidade máxima de abastecimento. Conforme o gerente local do órgão, Enio Ferraresi, o atual cenário descarta qualquer possibilidade de racionamento a curto e médio prazo. Apesar da situação tranquila, principalmente em relação ao restante do país, o pedido da Corsan é pela economia da água por parte dos consumidores. Confira entrevista com Ferraresi no áudio abaixo.

Áudios

Deixe o seu comentário!