O impasse da água de Farroupilha será colocado em pauta durante uma audiência pública que será realizada em 20 de novembro a partir das 19h, no Sindilojas, na Rua Nataly Valentini, 75, no centro do município. 

O chefe de Gabinete, Vandré Fardin, acredita que o encontro pode definir o futuro da Companhia Rio-grandense de Saneamento (Corsan), em Farroupilha. “Pode ser a possibilidade de a gente sair dessa questão da Corsan. O contrato é ruim e o serviço tem muita reclamação. Isso aqui não é um caminho decisão com a Corsan, mas pode ser”, destacou.

Recentemente, o secretário do Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda, Roque Serverigni, afirmou que a água do município é a mais poluída que se tem notícia. Logo após a declaração ele havia voltado atrás, salientando que estava falando da água da represa e não a que sai na torneira do farroupilhense. 

Ouça o áudio abaixo 

Áudios

Leia Também

Deixe o seu comentário!