A OAB do Rio Grande do Sul está estudando a elaboração de uma ação cível pública para que o prefeito de Farroupilha, Claiton Gonçalves pague pelas possíveis ilegalidades cometidas e apontadas no pedido de impeachment protocolado pela OAB-RS e a subseção de Farroupilha, que ocorreu nesta segunda-feira, 2. O pedido teve a admissibilidade aprovada por 14 votos a zero na sessão desta segunda, que durou mais de seis horas.

O presidente estadual da Ordem, Ricardo Breier, em entrevista para a Rádio Spaço FM, comentou que este ato não é algo que a OAB comemora e explicou que os fatos elencados no pedido foram estudados antes de serem colocados no documento. Breier salientou que mais de 15 entidades do município apoiam o pedido. “Nós não podemos deixar passar isto”, ressaltou.

Ele finalizou alertando outros prefeitos. “Estes casos tristes servem de alerta para aquele gestor que não está realizando a sua conduta esperada dentro da moralidade pública”, pontuou.

OUÇA A ENTREVISTA NO AÚDIO ABAIXO

Áudios

Leia Também

Deixe o seu comentário!