Com o clima adverso para o mês de agosto, aumenta a incidência do mosquito borrachudo, que vive próximo aos córregos, e acaba gerando reclamações de moradores do interior. Responsável sobre o assunto na prefeitura, Marquinhos Silva garantiu que a secretaria de Saúde está mobilizada com o problema. No momento, é aguardado se as chuvas e a frente fria voltam, o que causaria uma perda de trabalho ao largar o larvicida biológico, BTI, nos arroios. Por isso, permanece a cautela em antecipar a aplicação. O período normal de uso do BTI deve ocorrer na segunda quinzena de setembro, e haverá cinco aplicações até novembro. Marquinhos ainda alertou que caso ocorra um curto período de chuvas, e volte o calor, pode piorar o aumento dos borrachudos.
 

Áudios

Deixe o seu comentário!