O padre Roque Grazziotin morreu aos 73 anos na noite deste domingo, 22, na Casa do Padre, em Caxias do Sul, lugar onde ficam os religiosos que necessitam de cuidados especiais. O padre havia sofrido um Acidente Vascular Cerebral (AVC) no Natal de 2016 e depois deste episódio tinha dificuldades de falar e andar.

Natural de Antônio Prado, o padre Roque estudou Filosofia na Universidade Católica de Pelotas (UCPel). Ele organizou a primeira Romaria dos Motociclistas do Santuário de Nossa Senhora do Caravaggio de Farroupilha, em 1978.

Além de ter ajudado a fundar o Partido dos Trabalhadores (PT), o padre Roque também ajudou a oficializar o Centro de Direitos Humanos de Caxias do Sul em 1984, e o movimento Nacional de Direitos Humanos, do qual foi membro da diretoria executiva nacional em 1986. Já no ano de 1998 foi eleito deputado estadual.

O padre Roque está sendo velado no Memorial São José, em Caxias do Sul. Depois da missa de corpo presente, na Igreja Santa Catarina, nesta segunda-feira, 23, às 15h30, haverá cerimônia de despedida no crematório.

Leia Também

Deixe o seu comentário!