O empresário, fundador da Lojas Colombo, Adelino Colombo após receber a primeira dose da vacina contra a covid-19 em 9 de fevereiro deste ano, concedeu uma entrevista à Spaço FM, onde comentou sobre a expectativa de ser imunizado para enfrentar a disseminação do coronavírus.

Durante sua manifestação, ele se dizia cansado de usar máscara e se sentia um escravo sem a liberdade da vida, que lhe impedia de sair devido a pandemia.

Em relação a imunização, o empresário salientou que a expectativa é que tudo isso acabe logo para que vida volte a normalidade. “Eu espero a normalidade da vida, o Brasil precisa crescer, é preciso trabalhar, é preciso ter a liberdade da vida porque nós somos escravo hoje', lamentou.

Aos 90 anos, Adelino salientou que nunca lhe passou pela cabeça viver um momento pandêmico como aconteceu em séculos passados e que o atual momento foi uma surpresa desagradável.

Ele gostaria muito de voltar aos encontros, em festas, jantares, reuniões, mas a pandemia lhe impedia.

Confira no áudio abaixo

Áudios

Deixe o seu comentário!