O presidente da União de Associações de Bairros de Farroupilha (UAB), Dilço Batista Rodrigues, não concorda com o primeiro pedido de impeacment da história de Farroupilha.

Rodrigues destacou que esse pedido foi imposto de cima para baixo. “Eu não concordo com esse tipo de coisa. Parece que está envolvendo alguma coisa como aconteceu em Caxias. Quando empresa se mete, quando as coisas acontecem dessa forma a gente não concorda”, ressaltou.

Conforme o presidente da UAB, é necessário respeitar os votos que Claiton Gonçalves recebeu e esperar as eleições para a população decidir se os projetos da atual administração são bons ou não.

O primeiro pedido de impeachment contra o prefeito de Farroupilha foi protocolado na última terça-feira, 4, na Câmara de Vereadores. O documento foi entregue pelo empresário e proprietário da TV Cidade, Glacir Gomes.

OUÇA O ÁUDIO ABAIXO 

Áudios

Leia Também

Deixe o seu comentário!