O assessor jurídico da Associação dos Municípios da Encosta Superior do Nordeste (Amesne), Gladimir Chiele, que participou do programa Spaço Livre deste sábado, 1º de maio, juntamente com o prefeito de Farroupilha e presidente da associação, Fabiano Feltrin, e o vice-prefeito Jonas Tomazini, fez algumas colocações sobre a atual situação do governo do estado em meio a mais de um ano de pandemia.

Chiele comentou sobre as determinações que estão relacionadas à educação no Rio Grande do Sul. De acordo com o advogado, o judiciário esteve baseado nas definições do governo estadual e destacou que a constituição está sendo rasgada e que as decisões do governador não tem fundamento nem embasamento técnico. “O judiciário não pode intervir numa decisão eminentemente governamental, administrativa e técnica”, pontuou. Para o assessor jurídico, muitos direitos e deveres dos gestores municipais estão sendo retirados por esta forma impositiva que as regras estão sendo dadas. “O governador está fazendo o que bem entende, o governador está administrando os municípios a partir de um grupo de seis, sete pessoas que é o comitê de crise estadual”, declarou.

OUÇA UM TRECHO DA ENTREVISTA NO ÁUDIO ABAIXO

Áudios

Deixe o seu comentário!