O presidente da OAB Subseção de Farroupilha, Maurício Bianchi, comentou sobre o atual momento do governo federal e do Supremo Tribunal Federal (STF). Ele participou do programa Fim de Expediente desta segunda-feira, 22, e criticou as últimas manifestações do STF. “O Supremo Tribunal Federal já extrapolou todas as medidas aceitáveis”, ressaltou.

Para Bianchi, muitas atitudes do supremo não são compatíveis com o órgão. Ele citou a manifestação do ministro do STF, Celso de Mello, que chamou o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro de nazista. O presidente da ordem no município enfatizou que Mello não deve externar suas opiniões desta forma. “Ele deveria se declarar suspeito de julgar qualquer caso envolvendo o governo Bolsonaro”, pontuou.

Sobre o presidente nacional da OAB, Felipe Santa Cruz, Bianchi também comentou sobre suas manifestações contrárias a Bolsonaro. Para Bianchi existe uma inimizade entre Cruz e Bolsonaro, por isso o presidente nacional está incentivando o impeachment.

De acordo com Bianchi, não existem indícios para que seja aberto um pedido de cassação. “Eu sou contrário ao impeachment de Bolsonaro neste momento”, declarou. Para o presidente da ordem, caso haja indícios para a cassação, ele poderá mudar sua opinião.

ASSISTA O TRECHO EM VÍDEO 

OUÇA A ENTREVISTA NO ÁUDIO ABAIXO

Áudios

Deixe o seu comentário!